Metástases Pulmonares

O pulmão é o principal órgão afetado por metástase de outros tumores do corpo devido a ter extensa irrigação sanguínea vindo de todo organismo. O fato de haver lesões pulmonares decorrentes de um outro câncer denota que a doença está em uma fase avançada, porem em alguns casos ainda é possível retirada cirúrgica das lesões para controle da doença; Na maioria das vezes as metástases aparecem como nódulos pulmonares vistos na investigação inicial ou no seguimento de algum tipo de câncer.

Causas
Os tumores mais comuns são:

– Intestino grosso (cólon e reto);

– Testículo( seminomas e não-seminomas);

– Rins;

– Melanoma;

– Sarcomas;

– Mama;

– Próstata.

Sintomas
Na maioria dos casos as metástases pulmonares não causam sintomas e são encontrados durante as investigações de outros tumores. Quanto causam sintomas os mais comuns são:

  • Tosse seca;
  • Falta de ar ou cansaço;
  • Tosse com sangue;
  • Rouquidão ou chiado no peito;
  • Dor torácica.

Tratamento
Alguns tumores mesmo com metástases pulmonares podem receber tratamento cirúrgico ainda com fins curativos. Em outros casos somente a quimioterapia pode controlar a doença.

Nódulo Pulmonar
São pequenas manchas encontradas no raio -x ou na tomografia de tórax. Podem ser únicos ou múltiplos, na maioria das vezes, são de origem benignas, como por exemplo, cicatrizes pulmonares de doenças infecciosas (tuberculose, pneumonia ou infecções por fungo). Nódulos muito grandes ou múltiplos em pacientes com fator de risco como tabagismo e outros canceres devem ser investigados para excluir câncer maligno.

Sintomas
Na maioria dos casos as metástases pulmonares não causam sintomas e são encontrados durante as investigações de outros tumores.

Tratamento
Depende da causa, na maioria das vezes, não requer tratamento médico.

Embolia Pulmonar

É a formação de trombos nas artérias que irrigam o pulmão, diminuindo a oxigenação do sangue vindo do coração. Na maior parte das vezes, os trombos são formados em veias profundas das pernas ou da pelve e migram até o coração. Os pacientes com maior risco são portadores de câncer, cirurgias recentes, imobilização prolongada, tabagismo e obesidade.

Sintomas
Os principais sintomas:

  • Falta de ar;
  • Tosse com sangue;
  • Dor no peito.

Tratamento
A base do tratamento é a anticoagulação com remédios vias oral ou injeções, nos casos mais graves, o paciente pode precisar de oxigênio e até UTI.